Vitrine Efêmera

Ativo desde 1998
Origem: Rio de Janeiro – RJ
Proponente: Julio Castro
Vitrine Efêmera propõe exposições de arte contemporânea na vitrine do atelier DZ9 no bairro Santa Teresa no Rio de Janeiro. O conceito de site specific é o mote da proposta; o artista é convidado a pensar a relação de sua pesquisa pessoal com esse espaço e a realidade em que se insere.
O Projeto Vitrine Efêmera visa trabalhar a arte como componente no processo de revitalização do bairro de Santa Teresa, iniciativa essa, que vem tendo sucesso através da realização de vários projetos artísticos culturais, tais como, o Arte de Portas Abertas e o Prêmio Interferências Urbanas, que acontecem uma vez ao ano. O bairro se tornou um lugar de acontecimento da arte. Através dessa experiência é possível sentir a importância que a arte exerce quando inserida no cotidiano das pessoas. Nesse sentido a Vitrine, como um lugar de visibilidade no bairro, torna-se um ponto de referência na experiência inusitada do passante.


Vitrine Efêmera

Actif depuis 1998
Origine: Rio de Janeiro RJ
Proposant: Julio Castro
Vitrine Efêmera propose des expositions d’art contemporain dans la vitrine de l’atelier DZ9 dans le quartier Santa Teresa à Rio de Janeiro. Le concept de site specific est le moteur de la proposition; l’artiste est invité à penser le rapport de sa recherche personnelle à cet espace et à la réalité dans laquelle il s’insère.
Le Projeto Vitrine Efêmera vise travailler l’art comme composant du processus de revitalisation du quartier de Santa Teresa, processus dans lequel s’insèrent l’Arte de Portas Abertas et le Prix Interferências Urbanas, événements qui ont lieu une fois par an. Le quartier est devenu un lieu d'événements de l’art. Par cette expérience, il est possible de sentir l'importance exercé par l’art inséré dans le quotidien des personnes. Dans ce sens la Vitrine, en tant que lieu de visibilité du quartier, devient un point de référence dans l’expérience du piéton.

Artistas participantes 1998/2005

Meire Karam
Beatriz Pimenta
Jorge Emanue
Julio Castro
Marcos Abreu
Léo Caraffa
Luciano Vinhosa
Ana Durães
Felipe Barbosa
Suely Farhi
Jefferson Svoboda
Cristiana Miranda
Fabiana Santos
Roosivelt Pinheiro
Susana Spadaccini
Jo Name
Alex Hamburger
Bruno Lopes Lima
Rosane Cantanhede
Giordani Maia
Paula Erber
Rosana Ricalde
Newton Goto
Magliani
bob N
Franklin Charnaux
Grupo Entorno
Marcio Botner
Pedro Agilson
Flavia Vivacqua
Osvaldo Carvalho
Rejane Ferman
Isabel Löfgren

Fabiana Santos
O que os olhos não vêem

lentes de óculos
setembro de 2001
O trabalho faz uso de lentes de grau e luz, de modo a projetar focos luminosos em movimento, buscando evidenciar o lapso que existe entre o que se vê e a coisa em si. A fronteira entre o visível e o invisível remete a tudo aquilo cuja existência física não é percebida pela visão.
" O que os olhos não vêem" fala das infinitas possibilidades de olhares sobre o mundo.

Bruno Lopes Lima
Desaparecido

cartaz em xerox
Abril de 2003

Criação de um cartaz parodiando cartazes de pessoas desaparecidas. No lugar de uma pessoa real, Ulisses, mítico herói da Ilíada, desaparecido após a guerra de Tróia. O desenho do cartaz imita a paginação nitidamente amadorística, precária e excessiva vistos nesse tipo de cartaz, ilustrado por uma foto colorizada de uma estátua helênica de Ulisses. A descrição do desaparecido é rigorosamente a encontrada na Odisséia de Homero. Há no cartaz endereços E-mail, funcionando para que as pessoas possam mandar notícias sobre o desaparecido